Fechar


Seguros Patrimoniais

transporte de cargas

RouboCargas_Texto1_PRT_Blog_Junho18 (1)

Casos de roubo de carga aumentam 49% nos últimos 4 anos

De acordo com as estatísticas recentes, o roubo de carga gerou prejuízo de R$ 1,5 bilhão no Brasil no último ano.

A Associação Nacional de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística registrou cerca de 25 mil sinistros por motivo de roubo em 2017. As ocorrências, somadas, geraram prejuízo de R$ 1,5 bilhão. Os casos de roubo de carga aumentaram 49% nos últimos quatro anos, de acordo com o instituto.

O eixo Rio-São Paulo, que concentra um dos maiores fluxos do Sudeste, concentra 81% dos casos de roubo de carga registrados. O Brasil é um País com forte apelo rodoviário para o transporte de carga e, em muitas rotas, todo o material pode ficar vulnerável a roubos e extravios. Entre todos os modais, o transporte rodoviário envolve mais da metade do transporte de cargas em todo o território nacional.

De acordo com estudo realizado pelo Sistema Firjan, organização ligada à Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, o prejuízo de R$ 6,1 bilhão com o roubo de cargas em todo o Brasil, entre os anos de 2011 e 2016, supera em cinco vezes o valor anunciado pelo Governo para reformas no sistema penitenciário brasileiro.

RouboCargas1_Texto1_PRT_Blog_Junho18 (1)

O prejuízo com roubo de cargas no Brasil

Já o estudo da MC2R Inteligência Estratégica, apresentado no primeiro semestre de 2018, traz um dado alarmante: a cada 21 minutos uma carga é roubada no Brasil. A estatística mostrou que R$ 277 mil em cargas foram roubados por hora no Brasil no último ano.

Em comparação com outros países da Europa e América do Norte, a nível internacional, o Brasil registrou 260,8% mais casos que o total de ocorrências envolvendo o roubo de cargas nos países de primeiro mundo. Trata-se do oitavo País mais perigoso para o transporte de cargas em uma lista de 57 países.

A Federação das Indústrias do Estado do Rio e aproximadamente 30 entidades de setores comumente afetados pelo crime do roubo de cargas lançaram, em 2017, o Movimento Nacional contra o Roubo de Cargas. O projeto defende a criação de níveis de cooperação entre Governo Federal, os estados e os setores chaves da sociedade para agir no combate a essa prática criminosa.

Aliado à necessidade de uma legislação mais rigorosa em relação ao roubo de cargas, é essencial prevenir eventuais problemas aderindo a pacotes de seguro e tecnologias que permitem a identificação e o monitoramento em tempo real das cargas.

Dessa forma, unindo um mecanismo punitivo a uma logística de prevenção e seguros, torna-se possível contornar esse cenário de riscos que envolve o transporte de cargas ao redor do País.

Assine a newsletter no site para ter acesso a conteúdos exclusivos e se manter atualizado sobre as principais novidades do setor de seguros e prevenção.

TransporteCargas_Texto2_Protector_Blog_Maio18 (1) (1)

Dicas para uma boa gestão no transporte de cargas

Conhecer e administrar os riscos, que são inerentes a essa atividade, é fundamental para diminuir os danos causados às cargas durante o transporte

 

A tarefa de transportar mercadorias, invariavelmente, envolve uma série de riscos e desafios em razão de fatores internos e externos que podem influenciar essa operação.

Visando facilitar a gestão de riscos no transporte de cargas, a ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) lançou, em 2018, uma rede de mapeamento logístico interligada. Com base na integração de dados entre os elos da cadeia de transporte, é possível mapear os fluxos dos produtos e mercadorias. Veja mais aqui

O objetivo final é aumentar o controle sobre as movimentações e minimizar a ocorrência de eventuais problemas como perdas, roubos ou danos ao material, garantindo que os produtos cheguem intactos ao seu destino final.

São inúmeros os riscos relacionados ao transporte de cargas. Por isso, demanda veículo, formas de armazenamento e manuseio específicos. O gerenciamento correto da atividade, no entanto, não engloba apenas o transporte ou a carga e a descarga, mas também a necessidade de manter as documentações em dia.

Isso evita problemas relacionados ao fisco e que, muitas vezes, podem resultar na interrupção do trajeto, fazendo com que a carga não consiga chegar ao seu destino. Também comprova o perecimento dos produtos e garante que a mercadoria não seja descartada.

TransporteCargas1_Texto2_Protector_Blog_Maio18 (1)

Dicas para um transporte de cargas de qualidade

Ao gerenciar riscos no transporte de cargas, as medidas devem contemplar todo o processo logístico, da escolha das pessoas e recursos até a chegada do produto ao cliente final.

Abaixo vamos enumerar algumas dicas para ajudar você a repensar a logística do transporte de cargas.

Planejamento Prévio

Um planejamento coeso pode otimizar o transporte de cargas em inúmeros aspectos, desde a escolha do veículo conforme o tipo de carga, até a organização dos produtos e roteiro para descarga. Neste caso, o tipo e a fragilidade do produto devem ser levados em conta na hora de traçar as rotas.

Organização das Cargas

Seja no transporte aéreo, rodoviário, ferroviário ou marítimo, a organização das cargas é fundamental para preservar a integridade dos produtos. Deixar pacotes mais pesados por baixo e preencher todos os espaços evita que as caixas possam se movimentar durante o deslocamento.

A utilização de sacos plásticos e outros materiais para minimizar o impacto e o atrito entre as cargas também é uma saída. A amarração correta dos produtos, inclusive, pode diminuir em até 30% o registro de sinistros relacionados ao transporte de cargas.

Ferramentas de Identificação e Rastreamento

Programas de identificação permitem que não só os produtos, como o veículo responsável pelo transporte das cargas, seja monitorado enquanto cumpre o roteiro traçado.

As ferramentas podem variar entre um simples código de barras, por exemplo, até um sistema de codificação digital que notifica o responsável sobre qualquer movimentação do produto durante o trajeto até o seu destino final.

Nesse cenário, cada embalagem em questão recebe um código, assim como o veículo responsável pelo transporte de cargas. A atitude minimiza o extravio de produtos ou a ocorrência de fraudes, por exemplo.

Seguro para Cargas

Diante da terceirização do transporte de cargas, em decorrência do grande volume de rotas e trajetos a serem cumpridos, torna-se fundamental prezar pela segurança do patrimônio em deslocamento.

Os programas de seguro voltado para cargas garantem proteção contra os principais riscos relacionados ao transporte de cargas, oferecendo coberturas básicas, adicionais e específicas.

Dependendo do pacote, é possível aproveitar o suporte do seguro para cobrir custos de frete, despesas com a operação logística, e até mesmo eventuais gastos advindos de ocorrências como furto ou roubo.

Não deixe que seu patrimônio corra riscos desnecessários. Que tal antecipar os cuidados e priorizar uma boa gestão de riscos no transporte de cargas? Veja os detalhes do Protector Cargas. 

Cargas_1

Bom momento para a área de seguros de transportes de cargas

A recente retomada da atividade econômica mostra que o período é bom para a área de seguros de transporte de cargas. O Porto de Santos, o maior da América Latina, registrou recorde de movimentação de cargas e contêineres nos primeiros quatro meses desse ano. Ao todo, foram 38,6 milhões de toneladas, quase 3% acima do recorde anterior, alcançado no mesmo período de 2016.

Esse aumento na movimentação de cargas também foi percebido pela Argo Seguros: “Verificamos que vários dos nossos clientes estão averbando mais viagens em comparação aos meses anteriores. Isso significa que existe evolução nítida no volume de carga transportada”, revela Ivor Moreno, gerente de Transportes.

(mais…)