7 dicas para andar de bike nas grandes cidades

bike

 

Observando a cidade de Amsterdan, na Holanda, chegamos à conclusão que utilizar bicicleta como meio de transporte não é mais uma utopia. Os 7% da população brasileira que deixaram de acelerar um motor para pedalar sob duas rodas tomaram ciência disso, e o número de adeptos não para de crescer.

Em São Paulo, é cena comum vermos trabalhadores de terno pedalando em plena Av. Paulista. Gente consciente, que utiliza uma alternativa sustentável que proporciona saúde ao corpo, ao mesmo tempo em que economiza tempo e dinheiro. O mesmo cenário pode ser observado nas mais diversas capitais, como Rio de Janeiro e Porto Alegre, cujas prefeituras começam um movimento sério para favorecer aos adeptos da bicicleta como meio de locomoção. Empresas e escritórios mais atualizados passam a oferecer facilitadores para seus funcionários também, como vestiários com chuveiros e biciletários. A conclusão: ir de bike ao trabalho se tornou uma solução real para não se estressar e locomover-se com agilidade no caótico trânsito das cidades que não param.

Mas para pedalar tranquilo, alguns cuidados são essencialmente necessários. Ao aderir à bicicleta como meio de transporte, você precisa ficar atento em:

1. Usar capacete. Buzina, espelho e iluminação também são determinantes para manter sua segurança.

2. Manutenção. A cada dois meses leve a bike para revisão. Evite pegar chuva, isso diminui o tempo útil do equipamento.

3. Evitar o trânsito. Ande na ciclovia.

4. Esteja sempre atento, antecipe movimentos. Isso evitará acidentes.

5. Se não possuir bicicletário no trabalho, sem estresse: existe uma bicicleta dobrável extremamente discreta no mercado.

6. Lombas. Caso seu problema seja subir e descer ladeiras, a solução é a bicicleta elétrica que deixa a pedalada bem leve.

7. Comprar um bagageiro ou cestinha. Levar mochila nas costas não é legal tanto para sua saúde quanto para a segurança.